Capital
Maputo

LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA
Localizado na costa sudeste de África, faz fronteira, a Norte com a Tanzânia, a Oeste, com o Zimbabué, Zâmbia e Malawi, a Sul, com a África do Sul e a Suazilândia, e a Este com o Oceano Índico.

AGRICULTURA
A agricultura é o principal sector da economia que recebe maior apoio e que emprega a maior parte da população (90% da população activa). Acções de ampliação rural, melhorias de técnicas de conservação após a colheita e o aumento do período de segurança alimentar doméstica são medidas primárias para o desenvolvimento do mercado rural de Moçambique. A expansão da estrutura está facilitando o comércio de cereais e outras culturas aos mercados consumidores.

Principais produtos agrícolas: Milho, batata, trigo, cana-de-açúcar, caju, côco seco, mandioca, algodão, sisal, etc.

RECURSOS NATURAIS
Como recursos naturais, possui carvão, tântalo, titânio, mármore e gás natural. As reservas de carvão são superiores a 10.mil milhões de toneladas, enquanto que as reservas de tântalo ocupam o primeiro lugar no mundo.

Apesar da maioria das minas ainda não estarem exploradas, se as empresas chinesas conseguirem conquistar uma fatia da produção o mais cedo possível, o futuro será prometedor. Além disso, estando contíguo à República da África do Sul, a maior economia de África, os investidores em Moçambique podem também explorar este mercado de grande consumo.

Principais Minérios: Carvão, Sal, Grafite, Bauxite, Ouro, Pedras preciosas e semipreciosas, Energia hidroeléctrica, Minerais (titânio, grafite...), madeiras e produtos piscatórios. Possui também reservas de gás natural e mármore.

ECONÓMICA
Moçambique independente herdou uma estrutura económica colonial caracterizada por uma assimetria entre o Norte e o Sul do País e entre o campo e a cidade. O Sul mais desenvolvido que o Norte e a cidade mais desenvolvida que o campo.

O governo moçambicano implantou em 1987 o Programa de Reabilitação Econômica e Social (PRES), com o objetivo de introduzir a economia de mercado no país, através de várias reformas. Para isso, o programa pretende estabilizar a área financeira no âmbito nacional e internacional, e retirar do Estado a função principal de administrar e investir na economia. Desta forma, pretende-se concentrar os esforços do governo na área de bens e serviços sociais, e em programas de desenvolvimento estratégico.

O Produto Interno Bruto (PIB) tem estado a crescer numa média acima de 7-8% ao ano, chegando mesmo a atingir níveis de 2 dígitos. A inflação está abaixo de 10%. A tendência é mantê-la em um dígito. Em termos monetários, Moçambique possui um dos regimes cambiais mais liberalizados de África.

Apesar do notável crescimento económico que o País vem registando, muitos moçambicanos continuam vivendo abaixo da linha da pobreza. O combate à pobreza absoluta constitui uma das grandes prioridades do Governo para o quinquénio 2001-2005. Para o efeito foi traçado um Plano de Acção da Redução da Pobreza Absoluta (PARPA) visando essencialmente transformar a dívida externa num instrumento de promoção de desenvolvimento económico e social do País.

O país é membro da União Africana.

INDÚSTRIA
Verifica-se um grande desenvolvimento no sector industrial, principalmente nas áreas de processamento de produtos agrícolas, (para além dos têxteis e sector químico) visando a substituição de importações, e colocando a produção para o mercado externo. Para isso, o governo está reativando o Fundo de Apoio à Reabilitação da Economia (FARE), condicionando o apoio e estimulo na criação do empresariado nacional. A concessão de créditos em boas condições aos pequenos empresários da agricultura, pesca e pequena indústria e o financiamento das cantinas rurais estão entre as medidas tomadas pelo Estado.

Tipos: Alimentos; Têxtil; Vestuário; Tabaco; Química; Bebidas (cerveja).

INVESTIMENTO ESTRANGEIRO
Os parceiros comerciais externos têm motivos suficientes para inspirarem uma grande confiança pelo País face à capacidade que as autoridades monetárias têm conseguido manter volumes adequados de meios de pagamento sobre o exterior. O Estado, através da execução da sua política orçamental regula e dinamiza as áreas sócio-económicas mais importantes e cria um bom ambiente de negócios muito favorável ao desenvolvimento da iniciativa privada.

As reformas jurídicas no âmbito da legislação financeira, fiscal, laboral, comercial e da terra levadas acabo pelo Governo contribuem significativamente para fortalecer esse bom ambiente com a respectiva atracção do investimento privado nacional e externo.

O potencial económico do País para a atracção de investimentos na agro-industria, agricultura, turismo, pesca e mineração é enorme. Projectos como o da Mozal, Barragem de Cahora Bassa, Corredores Ferro-Portuários e Complexos Turísticos ao longo de todo o País têm contribuído significativamente para colocar Moçambique na rota dos grandes investimentos regional e internacional.

Transporte
A área de comunicações e transportes também está a receber investimentos do governo, com a execução de programas de recuperação de estradas para ligar as diferentes regiões.

Caminho de ferro
A rede ferroviária tem um comprimento de 3,123 Km. De Maputo faz ligação com a Africa do Sul, Suazilandia e o Zimbabué, da Beira ao Zimbabué, e de Nacala a Malawi.

Estradas
A rede terrestre tem um comprimento total de 30,400 km, dos quais 5,685 km é pavimentado

Marítimo
Com um total de 3,750 km de rio navegável, existem no país três portos principais: Beira, Maputo, e Nacala.

Aéreo
Existem 5 aeroportos internacionais no país: Maputo, Beira, Nampula, Pemba e Vilanculos. A LAM - Linhas Áereas de Moçambique faz ligações internacionais com Lisboa (Portugal) e Joannesburg (Africa do Sul).

Clima
O clima varia de sub-tropical a tropical (de sul para norte).

Turismo
O país tem um grande potencial turístico, destacando-se as zonas propícias ao mergulho nos seus mais de 2 mil km de litoral, e os parques e reservas de animais no interior do país.
De acordo com os dados do Ministério do Turismo, o número de visitantes aumentou de 150.000 em 1995 para cerca de 450.000 (estimados) em 2003, o que representa uma taxa média de crescimento de 15% por o ano.

COMÉRCIO EXTERNO
Os principais produtos exportados são camarões, algodão, caju, açúcar, coco e laranjinha , energia e madeira. Os principais produtos importados são alimentos, matérias-primas, petróleo, maquinarias e acessórios.

Principais parceiros comerciais: Zimbabué, Espanha, África do Sul, Portugal, EUA, Índia, Hong Kong e Suazilândia.

Principais indicadores económicos

  2001 2002 2003 2004* 2005
Área Km2 801,590 801,590 801,590 801,590 799,380
População (Milhões) 18.3 18.7 19.1 19.4 19.8
PIB (US$ biliões) 3.4 3.6 4.4 5.4* 5.7
Crescimento Real do PIB (%) 13.0 7.7 7.8 7.2 7
PIB per capita (US$) 185 192 230 278 287
Exportação de bens fob (US$ milhões) 726.0 809.8 1,043.9 1,503.9 1,782
Importação de bens cif (US$ milhões) 997.3 1,476.5 1,648.1 1,849.7 2,240
Inflação, variação do IPC (%) 9.1 16.8 13.4 11.1 7.8
Balança de Transacções Correntes (US$ milhões) -657.2 -869.1 -816.5 -607.4 -633
Taxa de câmbio (av; Kz:US$ ) 20,703.6 23,678 23,782.3 22,581.3 23,203.4
* Estimativas rápidas

Comércio Externo

Principais Exportações (2004) US$ Milhares
Aluminio 915.0
Electricidade 102.3
Camarão 91.8
Tabaco 40.9
Açucar 38.2
Principais Importações (1997) US$ Milhares
Máquinas e equipamentos 139.0
Automóveis, equipamentos de transporte e acessórios extras 113.8
Combustível 92.3
Têxteis 43.4
Produtos metálicos 38.9

Principais Mercados de Exportação (2004) % do total
Holanda 60.9
África do Sul 12.9
Malawi 3.3
Portugal 2.8
Principais Mercados de Importação (2004) % do total
África do Sul 41.4
Holanda 11.0
Portugal 3.3
EUA 2.4

Trocas Comerciais entre R.P.C. e Moçambique (USD 10,000)

  Total Exportações* Importações**
2004 11,944 7,515 4,429
2003 7,162 4,503 2,659
2002 4,851 2,593 2,258
2001 3,323 2,204 1,119

* Valor de exportação para Mozambique
** Valor de importação para Mozambique

Fonte:
BBC News country Profile - Mozambique
China Statistical Yearbook 2005
The Economic Intelligence Unit – Country Profile/ Country Report
The Economic Services of the Macao SAR Government
Macau Statistics and Census Department
Ministério de Turismo de Moçambique
Portal do Governo de Moçambique
The World Bank homepage
The World Economic Factbook 2005/2006
The World Factbook www.cia.gov
http://en.wikipedia.org